sábado, 17 de janeiro de 2009

Se eu fosse o Obama...

... ligaria pro Olmert e diria o seguinte:

-- Olhaqui, filho de uma p#ta rampeira, tu para já com esse massacre ou eu retiro no primeiro minuto da primeira hora do primeiro dia do meu governo a ajuda dos Estados Unidos a essa bosta de país que sobrevive às custas do meu! São 84 bilhões, seu merda! Vá estragar a festa da posse da tua mãe! A Folha nem arruma tempo pra me abrir o blog da posse, ô bundão sarnento! Cumé queu tomo posse sem o blog da Folha, ô cachorro? Politiqueiro de merda!

-- ahh, mas... ohh...

-- Não tem ahh nem ohh, seu assassino covarde de civis, sangrador de criancinha, tu mantém o mundo refém dessa queixa caduca de que te dizer verdade verdadeira é antissemitismo! Vá pu caraiu! Tô cum Robert Fisk: se tu me acusa de antissemita eu te processo, ô chantagista prostituto, que tu me sai muito caro, seu merda!

-- mas uhh... ehh...

-- Não tem uhh nem ehh, seu escroque! Tu tá prejudicando a minha festa e fim de papo, ô lixão!

-- tá, tá... vou cessar fogo, seu Barack!

-- É pra já, ô cagão! Ou te deixo na merda, seu broxa!

-- tá... sim sinhô...

-- ANDA LOGO! TÔ CUM PRESSA!

***

Pronto. Tava resolvido o problema.

5 comentários:

Sunny disse...

Só queria viver até o dia em que isso acontecesse, mas tenho certeza que não será no governo barraco.

Truda disse...

Na mesma hora Israel declarava guerra aos EUA e, de imediato, receberia a adesão do Hamas, Hezbollah e Bin Laden e pronto, as coisas começariam a tomar jeito.

mari disse...

queria só ver!

Sunny disse...

É, e os ra*bi*nos da Quinta Avenida teriam de tomar partido! Mas tb depois do Ma$dof$f...

mari disse...

quero que os rabinos fiquem na deles, bem quietinhos. E que o governo de israel se exploda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...