terça-feira, 20 de janeiro de 2009

THE CORONATION

Pronto, o imperador Sol foi coroado diante dos súditos do império.

12 comentários:

Ruy disse...

E o Bush sempre ali, na cola. Grudado no Obama. Xô, Bush. Canta pra subir. Ou então finge que vai cagar e se manda!

mari disse...

Foi o que o Marco disse: Pô, ele podia se mandar, dizer, tô com uma dor de barriga...

Truda disse...

Eu, a Lúcia e as crianças almoçávamos lá no Vermelhinho, que oferece a cozinha mais generosa da Cinelândia. Tinha três televisores enormes, ligados na Globo, claro, embora, ufa!, sem som, transmitindo a posse do Obama. As legendas dos noticiários da Globo insistem em anunciar quantas demissões as empresas perpetraram no Brasil na última hora.

Hoje ou ontem, namelembro bem, o Globo Online festejava que o Brasil demitiu seiscentos e tantos mil contra quinhentos e poucos mil nos EUA em dezembro. Nem levaram em conta os três milhões de americanos que perderam seus empregos nos últimos meses e os dois milhões que perderam suas casas, como o Zé Dirceu bem lembrou no blog do Noblat.

Não sei se é um exercício de sado-masoquismo ou provocação mesmo. Mas não é o mesmo que dizer: "A próxima vítima pode ser você!"?

mari disse...

não, é só sadismo. E O Brasil não pode ter perdido 600 mil empregos, pode?

Truda disse...

Parece que sim, são dados do Caged. Mas trezentos mil é o normal para o mês de dezembro, portanto o número real é a metade. Só que explicar isso é considerado propaganda pro governo!

mari disse...

que coisa... é emprego à beça! agora fiquei preocupadona. pensei que fossem 30 mil.

Ruy disse...

O objetivo do Globo é preocupar mesmo. Mais que isso: o jornal quer desenvolver clima pessimista o bastante para - ao menos - atrapalhar o crescimento.

Tanto que o dado positivo vem escondido no meio da matéria e não no lead: Ano passado, o Brasil bateu recorde de empregos formais criados. Foram 1,6 milhão novos postos. E, segundo a Caged, apresentou saldo positivo de 1.452.204.

Em outra matéria, a Agência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad) divulga que em 2008 os investimentos diretos no Brasil foram de U$ 41,7 bilhões, ou mais 20,6% em relação a 2007.

A Unctad afirma que esse resultado é o inverso da tendência mundial. Verdade: a crise mundial começou em 2006/2007 com as subprimes e não em setembro deste ano como querem nos fazer acreditar.

Por que mais 205 de investimentos se o Brasil estivesse passando pela crise que o Globo propala? Coisas se Miriam Leitão e demais viúvas de FHC.

Ruy disse...

...mais 205 não, pô! ... mais 20%.

mari disse...

Explicado!

Truda disse...

É como a matéria sobre o IDH, que o Willian Hommer anunciou com toda a pompa:

"Brasil cresce em todos os ítens mas não passa do septuagésimo lugar no índice de desenvolvimento humano".

O que interessa é a má notícia.

Truda disse...

O número de desempregados é preocupante sim, mas de se esperar mesmo que não houvesse crise. Há a tese de que empresários e banqueiros gostam do Lula por nunca antes terem lucrado tanto na história desse país.

A verdade é que a raiva deles é maior quando se põem a pensar que isso tudo poderia ter acontecido sob a bandeira tucana, aquele auri-cerúleo tão bonito, em lugar do alvi-rubro que esse povo ingrato botou para emporcalhar os tapetes do planalto.

E nada melhor para desestabilizar um governo do que demissões em massa e colunistas amestrados escrevendo que a culpa é do governo que não fez a lição de casa.

Mais velho do que mijar de cócoras.

mari disse...

Quer valer que amanhã zigrobe vai dizer que só tinha 300 mil pessoas lá no Obama?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...