sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Questão de tempo

***

Disse no post abaixo que a mudança na Constituição (americana ou brasileira ou universal) da definição de casamento como coisa de homem e mulher para algo mais amplo é questão de tempo, e é mesmo.

Lembram do divórcio? Minha primeira separação foi desquite ou algo assim. A segunda já foi divórcio mesmo. Demorou 30 anos, mas aí está. O mesmo acontecerá com o casamento. E com o aborto.

Os repórteres da Radis voltaram do Congresso de Epidemiologia em Porto Alegre, na semana passada, falando da intervenção emocionante de um profissional de saúde português, que pediu aos brasileiros: "Não desistam de lutar, não desistam nunca, porque em Portugal nós lutamos anos e anos, fomos derrotados no primeiro referendo e, no segundo, o aborto foi aprovado. E os resultados só comprovam que estávamos certos: após um ano da lei, não tivemos nenhuma morte por aborto".

É questão de tempo.

***

Um comentário:

Vera Silva disse...

Mari, casamento homossexual e aborto são heresias para os conservadores. Mas eles não vão impedir o curso das coisas eternamente. Também acredito que é uma questão de tempo e de organização política dos discriminados. Vera Silva

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...