sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Blog sem sentido

Este blog não faz sentido. Só avisei dele a 10 pessoas, por medo do assédio da direita, que me fez apagar o marinildadas original (que arrependimento... vários posts tinham tudo a ver com os dias de hoje!). Essas 10 pessoas não têm o menor interesse na única coisa que me interessa: a eleição americana.

Então, dada essa "desconexão", concluo: o blog não faz sentido. Nem ando antenada no país como estava no período 2002-2004, nem meus 10 amigos dão a mínima aos Estados Unidos.

Mas sou teimosa e pergunto: que importância tem para o mundo se vence Gabeira ou Paes? A Terra está metida numa travessia tão grave, mas tão grave que pouco me importa se o próximo prefeito vai cobrir ou não o buraco na minha rua. As únicas coisas que realmente contam neste momento, pelo que representam para o destino da humanidade, são:

1) A crise vai "educar" os capitais voláteis ou eles continuarão à vontade para fortalecer ou derrubar economias?
2) As premissas básicas da Guerra Fria vão continuar determinando a política mundial ou voltarão a seu lugar na história, ou seja, ao passado?
3) O fundamentalismo vai continuar a ser histericamente alimentado ou voltará a seus limites aceitáveis, se há algum?

A ordem das questões é, digamos, marxista, mas isso é indiferente. O que importa é que a essas perguntas, em resumo, a humanidade tem que dar resposta. E a primeira será dada no dia 4, na eleição americana. Se quisermos deixar para trás a Era Bush, se quisermos um pouco de sossego, se quisermos um pouco de paz, se quisermos liberdade de religião, ideologia, sexualidade, mais casamento gay e células-tronco, ciência antes da fé, teoria da evolução antes do criacionismo, se quisermos um mundo complexo e diversificado, um planeta mais preocupado com sua sobrevivência e, principalmente, menos fome no universo, enfim, se quisermos vida e liberdade caminhando juntas, tudo começa com a derrota de John McCain-Sarah Palin.

Embora não sejam flor que se cheire e nem tudo tenha sido lindo o tempo todo com os democratas, o mundo sempre foi melhor sob o governo deles nos Estados Unidos. O resto vem: a economia americana cresce e se espraia, as perseguições de todo tipo diminuem, os direitos civis são mais respeitados interna e externamente (a grande imprensa brasileira, historicamente comprometida com a ditadura, até hoje tem horror de Jimmy Carter, porque ele cobra respeito aos direitos humanos aqui!), os "diferentes" são deixados em paz, o clima bélico perde força.

Só penso na vitória do Barack Obama, me desculpem. Por isso esse blog perdeu o sentido. Não digo que não vou postar mais. Mas...

10 comentários:

marel disse...

Se cada vez que você questionar a função desse blog você soltar um post com essa teor de clareza quanto ao cenário mundial você pode ficar aí pra sempre que tá muito bom! :)

mari disse...

puxa, filho, isso me derrubou. brigada. não to atrás de "deixa-disso" nao, mas você é UM FILHÃO!

Truda disse...

Mari, eu queria Hillary. Obama a jogou para escanteio e puseram a Sandra no lugar. Pra você, a diferença é grande. Pra mim também, ainda que por outro motivo: eu queria, um dia, dormir depois de ver o mundo governado por uma mulher.

mari disse...

Como assim? Obama e Hillary disputaram metro a metro a indicação democrata, como todos os outros candidatos. Hillary perdeu. Obama ganhou. Não importa quem queria quem, um levou: Obama. Hillary apoia Obama, e Bill Clinton também. Mesmo que fingindo, ambos apoiam, vão a comícios, estão em campanha.

No outro lado, o republicano, McCain disputou com uns seis outros candidatos. Venceu. Em agosto, desesperado com as pesquisas, no último minuto chamou Sarah Palin para vice. E ela tá enterrando ele! Burra demais! Atrasada demais!

Vera Silva disse...

Querida, não cometa o erro de achar que todos nós, os 10, não compreendamos a importância das eleições americanas. Eu me importo, mas não sei inglês o bastante para acompanhar jornais americanos e não posso trabalhar com psicologia sem conhecer a fundo o que rola no país para entender as classes médias com quem trabalho. Além disso, os blogs e sites onde podemos ter informação de qualidade estão centrados em São Paulo. Portanto não se zangue comigo. E, lembre-se, moro em Brasília onde a classe média é mais alienada do que a paulista. Não se engane, Arruda e Paulo Octávio são piores do que o Kassab, o Paes e o Serra. E o Correio Braziliense desde o tempo do Noblat (percebo agora - e você sabe porque digo isto), faz o jogo da direita.

mari disse...

Vera, entendo. Não é mole não, PQP!!! Bem, vou tentar traduzir alguma coisa, mas o blog agora é cansadão, cê sabe, né...? :-))), mas caguei pra eleição municipal.

Truda disse...

A capacidade de fazer merda dos republicanos é sempre a última que morre. E eles acreditam nisso fervorosamente.

mari disse...

Mas teve um programa de TV muito engreçado, em que o humorista diziaque os democratass têm enorme capacidade de fazer merda. "Vão passar a terça fazendo compras pra festa da vitoria do Obama e de repente lembrarão: Meu deus, esqueci de votar!"

Sunny disse...

Cheguei atrasada vc sabe por quê, mas não posso deixar de dar um pitaco. Se vc cancelar este blog juro que nunca mais a convido para um chope. Não é que a gente não esteja interessada no Obama; o interesse é só um pouquinho menor. Quero que ele ganhe só para ver a foto junto com o FHC e sanar a velha dúvida: quem é o mais preto?

mari disse...

Não entendi bem, mas obrigada!!! :-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...