quinta-feira, 30 de outubro de 2008

A pedidos!

NÚMEROS 2

*** 30,1 milhões viram o show do Obama, segundo o Washington Post:

*** Univision: 3,7 milhões

*** NBC: 10 milhões (o seriado Knight Rider teve 8 milhões na quarta anterior)

*** CBS: 8,7 milhões (The New Adventures of Old Christine" teve 8 milhões na quarta passada)

*** Fox: 8 milhões (Bones teve 10 milhões na quarta anterior) [adoro Bones, mas simplesmente não acredito nos números das emissoras do Rupert Murdoch!]

*** ABC: não exibiu o show do Obama, e sim um episódio de Pushing Dasies, que teve 6,6 milhões de espectadores

Barack mandou bem!!!

***

NÚMEROS

*** 29,9 milhões de espectadores (CBS, NBC, Fox, Univision)

*** 12% a mais que a média diária das 3 primeiras redes

Segundo o Nielsen, "Obama levanta a audiência das redes". Diz a matéria: "Se Obama perder a eleição [toc, toc, toc, digo eu], talvez devesse ser contratado pelas redes para divertir os espectadores nas noites de quarta".

E Obama concorria com ele mesmo, e não com seriados e shows.

***

Simplesmente adorei o filme pago do Barack Obama, que gastou entre 3 e 5 milhões de dólares (depende do viés ideológico do informante, CNN ou Fox News)) para exibir sua plataforma política no primetime da TV americana. Postei o vídeo na coluna lateral, bem no alto. Para ver em tela maior é só clicar na imagem, que vai direto pro YouTube.

Lindo. Depoimentos sinceros, bem escolhidos (a mulher de classe média que teme perder a casa dirige uma baita SUV, daquelas bem grandes, que bebem 150 litros de gasolina. De cara fiquei espantada, pô!, SUV logo de saída??? Mas entendi: classe média que não abre mão dos carrões bebedores! E logo em seguida ele falou das possibilidades de uso de energias alternativas, e de um jeito convincente.

Veio o casal negro de casa própria paga, mas em dificuldade porque perdeu o plano que cobria os remédios, com a aposentadoria do marido: ele foi obrigado a voltar a trabalhar aos 72 anos.

Ele tratou de 4 ou 5 temas cruciais, e deu um banho. O trecho que mais me agradou, de montão mesmo, foi sobre a educação. Demais. A queixa geral com a queda na qualidade da educação nos EUA é incrível. Impossível qualquer comparação com o Brasil..., e Obama captou essa queixa muito bem, tocando as cordas do mais antigo sonho das famílias de trabalhadores: formar a geração seguinte. A melodia saiu perfeita.

Adorei, não podia gostar mais. Quando acabou fiquei com pena, queria mais. Não consegui ainda saber quanto deu de audiência, mas assim que souber eu boto aqui.

Alguns criticaram por ser muito geral e bonito, queriam ataques a McCain, mas vi um comentário perfeito no 538: é um filme para os indecisos!

***

Sei não, mas acho que o Bill Clinton deu um ou dois recados no comício da Flórida, em que pela primeira vez apareceu ao lado de Barack Obama (nas primárias, ele fez o papel de algoz de Obama, livrando Hillary do peso dos ataques pessoais}.

1) "Voltaremos aqui!"

2) "Este homem é esperto! Quando estourou a crise, me ligou, ligou pra Hillary e para outras pessoas perguntando o que achávamos. É assim que age um executivo-chefe!

No primeiro caso: como assim? Em apoio a Obama na reeleição ou como candidato?

No segundo: isso me soou deduragem do Obama, como se dissesse que ele não soube avaliar sozinho a crise.

E eu pergunto: alguém soube? O planeta deve ter batido o recorde de troca de telefonemas e mensagens!

Ah, vai descansar!

8 comentários:

Truda disse...

É tempo de a esperança vencer o medo

Sunny disse...

Ei, Truda, isso parece slogan do Gabeira! Bill Clinton, esperança? De quê? Mais protecionismo ou de liberou geral? Olha no que deu: Bush em dobro.

mari disse...

hihihihihihihi! que bom! começou a porrada nos comentários!!! :-)))))

marel disse...

Sobre essa última consideração eu não sei não, acho que foi uma tentativa real de destacar o esforço do Obama em cercar-se opiniões relevantes em momentos de crise, o que ganha uma importância maior quando visto em oposição à gestão do Bush.

mari disse...

marel, pode ser. devo estar muito implicante com o Bill...

marel disse...

Digo isso pq vi exatamente esse trecho e fiquei com uma impressão bastante positiva da do momento, principalmente quando ele diz "we need a presidente that wants to understand and that can understand" que foi uma bela alfinetada no Bush.

mari disse...

é, tb gostei dessa frase. eu devo mesmo ter exagerado.

bruno disse...

Números 3: "The Daily Show With Jon Stewart" pulled in its biggest audience ever Wednesday night. The 11 p.m. episode, which featured an appearance by presidential candidate Barack Obama, averaged 3.6 million total viewers, beating by 600,000 viewers the previous record set October 8 when his wife Michelle Obama appeared on the show.
Mais uma do campeão de audiência.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...