segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Reforma ortográfica


Cortesia Wordle

O cretino anda desorientado. É cansativo fazer politicagem o tempo todo, tanto que, hoje, até o ótimo José Meirelles Passos (um dos poucos que se salvam por ali) chama o David Axelrod -- assessor do Obama -- de Daniel Axelrod.

***

A desorientação atinge todas as editorias. O Prosa & Verso tratou no domingo da Reforma Ortográfica, hoje foi a economia -- ambas as matérias incapazes de assumir coisa alguma: apenas apresentam a polêmica em torno das versões da mudança. E muitas nem foram apresentadas. Se fosse o JB dos bons tempos teria opinado e optado por uma versão. Era uma redação capaz, que conhecia a língua, referência para a academia. Poxa, até euzinha já optei lá na revista: adotamos as mudanças desde outubro (aqui eu tento, mas sempre deixo passar alguma coisa: é difícil não acentuar "ideia", por exemplo...).

Por exemplo 2: antiamericanismo, antiimperialismo não levava hífen, e pela reforma passaria a levar. Não é um retrocesso? Não vou usar, ora bolas. Não faz sentido! Pois o cretino muda no dia 5 e nada tem a opinar... finge objetividade (???), como se não fosse um jornal, atividade diretamente afetada pela reforma, e, no caso do P&V, não fosse um suplemento literário. Realmente constrangedor. Resultado direto da politicalhagem e das PIGarices, que esvaziam culturalmente as redações.

Estou usando o Guia da Reforma Ortográfica de Douglas Tufano (Melhoramentos), que achei na internet. Pode não ser o suprassumo (sim, é esta a grafia da palavra pós-reforma) da quintessência, mas é alguma coisa.

Se quiser consultar, baixe daqui.

6 comentários:

Sunny disse...

Será que aquela balinha da infância da Monica, com gosto de limão, vai ter de refazer todas as caixinhas? Qto aos acentos, há algum tempo deixei de usar e a-do-rei a morte do abominável trema. Vou copiar o guia pq pelo visto não sei da missa metade. E o PiGGlo*bo não vai me informar nada.

mari disse...

O cretino diz hoje que a sadia e a perdição têm 20 milhões de embalagens com a palavra lingüiça pra refazer... :-)))

Vera Silva disse...

Mari, obrigadíssima pelo presente do Guia da Reforma.
Vou estudá-lo.
O duro vai ser aturar o Word com as revisões gramaticais.

mari disse...

A saída é "adicionar ao dicionário" todas as inovações... tem um risco embutido aí, mas paciência.

Agora, anti-americanismo eu nao vou adotar, me recuso! Não era pra facilitar? Como é que vai complicar???

Sunny disse...

Mas anti-inflacionário vai facilitar pros ignora!

mari disse...

mas nao tinha. agora é que vai passar a ter, o que é um absurdo...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...