domingo, 7 de dezembro de 2008

Heroína chapa-branca

Estou ansiosa para ver Nothing But the Truth, que acaba de ser lançado nos EUA (acho que ainda nem chegou ao circuito comercial, houve apenas uma apresentação para críticos no dia 5, por isso ainda não achei pra baixar nos sites de download). O filme conta a história da indecente repórter Judith Miller, do NYT, que revelou a identidade de uma agente da CIA, Valerie Plame, numa das manobras mais sujas da Casa Branca de George W. Bush e Karl Rove, seu falcão mais "político" e mais nocivo.

É que o marido de Valerie, o embaixador Joe Wilson, foi enviado a Níger em fevereiro de 2002 pela CIA para investigar se Saddam Hussein comprara ali urânio enriquecido. Em seu relatório, na volta, Wilson informou que "era altamente duvidoso que tal transação houvesse ocorrido" -- respaldavam sua conclusão vários outros informes. Qual não foi sua surpresa (adoro esta frase!) quando ouviu Bush anunciar em janeiro de 2003, no discurso State of the Union, no Congresso, que o "governo britânico apurou que Saddam Hussein recentemente buscou significativas quantidades de urânio na África". A AIEA veio a público afirmar que eram forjados os documentos citados por Bush! Mesmo assim o canalha invadiu o Iraque -- alegava entre outras mentiras a compra por Saddam dos tais tubos de alumínio que citei lá embaixo.

Pois bem, Wilson então escreveu artigo para o NYT, publicado em 6 de julho: "What I Didn't Find in Africa" (o que não achei na África), desmascarando Bush. Por vingança, a Casa Branca vazou a identidade da mulher dele, uma agente secreta. Isso deu um baita rebu, chegou à Justiça e Judith Miller, a cretina que virou porta-voz dos falcões de Bush em pleno NYT, recusou-se a revelar a fonte que vazara a informação. Foi presa -- e muita gente a considerou heroína da profissão.



A crítica americana já opinou que o filme não é sobre Judith Miller, porque Kate Beckinsale (esq.), que a encarna, é bonita, e Judith (dir.), não. Ela nem é feia, e o filme deve ser boa porcaria por outra razão: doura o perfil desta marionete do Bush. Pelo jeito que revela o IMDB, nada fala das matérias que estimularam a invasão do Iraque, apenas da "heroína" que não revelou fontes... E que fontes! O pior da Casa Branca, o pior do Pentágono e o pior dos dissidentes do Saddam. Parabéns, dona heroína da profissão. Espero que você continue pastando onde está... a Fox News. O pior da televisão.

7 comentários:

Sunny disse...

Nem sabia que essa idiota estava na Fox New: the right place for...

Além do episódio do vazamento x artigo do NYT, lembra que ela disse ter recebido uma carta com antrax? Fez um reboliço na época. Qdo argumentei com o Am*b*ro*sio que nãp fazia sentido pq ela estava fora da idade-alvo (seniores), ele quase me demitiu.

Pena que o tal filme, por sua descrição, trate de enaltecê-la como heroína da classe. Fox News e Judith vcs merecem uma à outra.

mari disse...

Então não lembro? Era talco! No post em que comento a fala patética do Rove citei um texto meu no Observatório. Um trecho diz:

"Poucos lembraram que ela publicara meses antes Germs, biological weapons and America’s secret war, livro que revelava nada menos que os programas secretos americanos de armas biológicas. Ninguém investigou a possibilidade de ter sido o trote uma vingança dos próprios funcionários ligados à produção americana de antraz – embora corressem à larga os rumores sobre evidências da origem doméstica das cartas contendo o pó mortal. (Mas isso tudo é maluquice desse pessoal que acredita em teorias da conspiração, não é mesmo?)"

(http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=279IMQ003)

mari disse...

Aliás, no mesmo post (http://zumbaiazumbi.blogspot.com/2008/12/monumento-ao-cinismo.html#links) eu conto que ela está na Fox News... depois de demitida do NYT, onde mais ela poderia trabalhar? Ah, sim, tem o WSJ, o NYP, a WS, a NR...

Sunny disse...

WSJ e NR, não dá p´q ela não sabe inglês, i.e. não concorda sujeito, predicado e bota o complemento.
New York Post é "popular" demais para ela.
Web Services, quem garante que já viu um computador na vida?

Uma pergunta: quando a midia direitista de Hollywood vai fazer um filme sb aquele cientista que se matou depois de perseguido pelo F*B*I? O tal que trabalhava no lab secreto do Exercito em Fort Derri*ck e foi acusado de enviar o antrax?

marel disse...

Pois na Fox News ela cuida do conteúdo do website (que anda menos sensacionalista, acredite se quiser) e participa dos debates dominicais da TV, onde só faz rir. É patético.

Quanto a Hollywood, nada sei. Mas seria um filmaço, se fosse realista.

mari disse...

esse comentário abaixo foi meu...

mari disse...

nao é abaixo, é acima, sorry

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...