terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Bom combate

Democracia e socialismo

Carlos Nelson Coutinho*

No Globo (16/12/2008), Ali Kamel publicou um interessante artigo, no qual comenta o livro "Memórias de um intelectual comunista", de meu querido amigo Leandro Konder. Ao evocar a trajetória intelectual e política de Leandro, Kamel se refere também à minha trajetória,
detendo-se em particular num velho ensaio que publiquei há trinta anos, "A democracia como valor universal".

Kamel resume corretamente o contexto político-ideológico em que aquele ensaio veio à luz. Embora dirigido também a um público "externo", ele foi parte da luta travada então no seio do PCB, depois que a anistia permitiu o regresso de seus principais dirigentes e de alguns de seus intelectuais.

Kamel recorda que nosso grupo, depreciativamente chamado de "eurocomunista" por nossos adversários, defendia uma tradição que provinha de Gramsci e, em particular, do saudoso Partido Comunista Italiano -- tradição fortemente diversa daquela que inspirava o chamado "socialismo real" de matriz soviética.

Mas me surpreendeu a afirmação de Kamel de que meu velho ensaio "foi fundamental para que eu me afastasse da esquerda". Recordo apenas a passagem em que busco resumir os dois objetivos do ensaio: "Indicar como o vínculo entre socialismo e democracia é parte integrante do patrimônio categorial do marxismo; e como a renovação democrática do conjunto da vida nacional [é] elemento indispensável para a construção dos pressupostos do socialismo." Democracia, sim, mas no quadro da reivindicação do marxismo e da afirmação de que a democracia é parte integrante da luta pelo socialismo.

Portanto, não foi a leitura do meu ensaio que levou Kamel a abandonar a esquerda e a adotar as posições conservadoras que hoje defende.

Continua aqui.

***

Muita audácia desse bofe direitaço, né? Quem ele pensa que é para se meter a interpretar uma açãozinha sequer do Carlos Nelson? Tomou uma bela tunda! Esse sujeito é patético...

***

Por mais que eu tente não consigo levar um "bom combate", sem xingar, sem ofender. Com um tipo desses é impossível! Só mesmo uma "dama" como o Carlos Nelson! Muitos anos de vida, querido guru!

4 comentários:

Sunny disse...

Pq será q senti um cheiro de direito de resposta?

mari disse...

OLha, esse Kamel "se acha" um "democrata" muderno. Deve ter "ordenado" a publicação. Meu deus, o que eu faria se esse cara fosse meu chefe?

Sunny disse...

Iria protagonizar um bate-boca de ficar na história!

mari disse...

que nada, eu me mandaria antes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...