quarta-feira, 19 de maio de 2010

Só a imprensa alternativa salva!

Marco mandou e eu reproduzo aqui para que fique no arquivo. Vamos certamente voltar a esse assunto na campanha, e quero ver se o Serra mantém essa hipocrisia, o cretino! Agora, esse texto é a prova viva da importância de um blog. Não temos na imprensa comercial o serviço público que é sua obrigação, então a alternativa faz esse trabalho. Viva o Nassif.

***

19/05/2010 - 14:23
Quem ganhou com a redução do IPI

De manhã, no carro, ouvi a apresentação do candidato José Serra no encontro de prefeitos, em Brasília. Criticou a redução do IPI, pelo governo federal, dizendo que deu esmolas com o chapéu alheio. Isso, devido ao fato dessa redução ter reduzido também os repasses para estados e municípios.

Poderia ser uma crítica justa, vinda de outro governador. Mas São Paulo foi o estado que mais se beneficiou dessa redução, em detrimento de todos os demais entes federativos.

Explico.

O setor mais beneficiado foi o automobilístico. Sâo Paulo tem a maior produção de autoveículos do país. Com a redução do IPI aumentaram as vendas em relação ao anteriormente previsto. Só que o estado de Sâo Paulo não reduziu o ICMS que ele ganha sobre a venda de automóveis. Sem a redução do ICMS (que afetaria apenas os estados produtores), todo o peso das medidas anti-cíclicas recaiu sobre o conjunto dos entes federativos.

Na ocasião, fiz algumas contas aqui estimando os ganhos que a esperteza de Serra permitiu para o estado de Sâo Paulo.
O jogo do eu-ganho-vocês-perdem com a crise

de 27/03/2009

Confira esses dados:

1. O programa de redução do IPI para a indústria automobilística permitiu ao estado de São Paulo um ganho de arrecadação de R$ 1,1 bi no terceiro trimestre – em relação às previsões de venda, caso a redução não tivesse sido implementada.

2. A perda de arrecadação, para o governo federal, foi de prováveis R$ 990 milhões.

3. Mesmo com esses ganhos adicionais, o estado de São Paulo decidiu cobrar a mais das concessionárias – e indevidamente – uma quantia que poderá chegar a R$ 455 milhões.

Ou seja, houve perda de arrecadação federal, para estimular a economia. Na outra ponta, o estado de São Paulo ganharia R$ 682 milhões graças ao incentivo federal. Não satisfeito, arrecadou R$ 455 milhões a mais, indevidamente, reduzindo o potencial de aumento de vendas do setor.

Com isso, o governador José Serra matou dois coelhos com uma só cajada: melhorou espertamente a arrecadação do estado; e ajudou a reduzir o impacto do plano para a recuperação da economia.

Entenda melhor esses números.

Leia mais »

2 comentários:

Truda disse...

Cuidado para não chegar perto dele. O governador Serra tem se especializado em bater nas jornalistas que chegam perto dele...

mari disse...

hahahahaha, é mesmo, deixa eu me cuidar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...