domingo, 25 de abril de 2010

Tem coisa mais triste?

O índice de abstenção na eleição presidencial da Áustria foi de 50,8%. Não é desolador? O austríaco médio sabe que nada vai mudar em sua vidinha de sempre, com seu alto IDH, seu dinheiro no bolso, suas escolas maravilhosas, muita segurança, boa saúde pública. E fica em casa.

Isso me deixa arrasada. A democracia burguesa perde mais e mais seu sentido. Bem que o Fidel dizia que qualquer um pode fazer uma eleição burguesa, basta ter dinheiro. Pois nem isso atrai mais o cidadão bem de vida. Chegaremos lá, a esse vazio, a essa perda da esperança?

2 comentários:

Vera Lucia disse...

Especulando...
Não sei se a abstenção é falta de esperança. Talvez seja falta de consciência e de compromisso consigo que faça o eleitor ignorar a importância do voto.
No meu entender essas pessoas não percebem que precisam dirigir suas vidas e a nação onde vivem. É por isso que a depressão "come" solta também nos países ricos.
É imprescindível ter controle e previsão sobre sua vida para ser feliz.
Ter tudo do ponto de vista material não muda o ser. Acostumar-se com o status quo e deixar de cuidar da sua manutenção pode gerar grandes desgraças no futuro.
Neste sentido, sim, chegaremos lá.

mari disse...

É muito triste... por isso eu gosto tanto do MST. Enquanto aquele povo estiver lutando há esperança. Tenho medo de que eles acabem sozinhos. Não ouço mais falar dos conselhos municipais, dos orçamentos participativos... esse era um grande caminho. Tomara que não caia uma barreira sobre ele.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...