quarta-feira, 14 de abril de 2010

Estou sonhando??? Me belisquem!!!


Militares pedem ao STF a punição dos torturadores


Grupo de militares que não apoiaram o golpe de 1964, e por isso foram punidos, consideram que "os crimes comuns e de tortura praticados pelos agentes do Estado e da repressão durante o regime militar brasileiro são atos absolutamente nulos e impassíveis também de anistia". Os postulantes usam argumentos com base na legislação nacional e internacional para afirmar que a Lei da Anistia não pode provocar um esquecimento artificial dos fatos ocorridos. STF adia julgamento sobre o caso que estava marcado para esta quarta-feira.
LEIA MAIS | Direitos Humanos | 13/4/2010

4 comentários:

Truda disse...

Toda vez que se fala em julgar torturadores da época da ditadura militar, os defensores dos torturadores da ditadura saltam e soltam o brado retumbante:

- Tem que julgar os terroristas também!

Pois estou espalhando a seguinte proposta por aí:

"Não precisa julgar os torturadores da ditadura militar. Basta que sejam identificados para que o país saiba quem são esses seus heróis anônimos. Em troca, podem levar ao banco dos réus os que militaram do outro lado. Inclusive os torturados, mortos, desaparecidos e, novamente, os já julgados, condenados e que cumpriram as penas. De preferência com as leis e juízes da época. E com seus julgamentos transmitidos em horário nobre na televisão para que todos vejam."

Aí, ninguém diz mais nada!!

mari disse...

Essa ideia é genial!

Truda disse...

O Japiassu publicou essa proposta no Jornal da ImprenÇa. Não é que tem uma toupeira lá, que se diz formado na UFRGS e pós-graduado na PUC-RS me chamando de defensor de torturadores?

mari disse...

é um problema quando os jumentos empacam..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...