terça-feira, 17 de março de 2009

SOCORRO! Faço o quê?

Estava calmamente postando o texto do Nassif. Uma sombra passa voando sobre a minha cabeça vinda da janela, só pode ser um bicho. Ai meu deus, Marco saiu, e agora? Vou ficar calma, não tô nem aí. A visão periférica não perdoa: algo escuro se move à minha esquerda. Olho bem devagar, para não enfartar. A maior barata que já vi na vida sobe lentamente pela parede ao lado da porta. Ando traumatizada. Outra voadora noutro dia pousou no meu braço. Quase morri. Mas o Marco estava em casa...

Corro ao banheiro para pegar um tênis all star, que tem sola bem pesada. Volto com medo de a feladumaégua ter se mandado. Nada, tá bem ali. Cravo-lhe uma allstarada forte. Cai durinha, de pata pra cima. Ligo, Marco diz: pega a pá e joga pela janela. E se ela revive? Barata nunca morre! Fui até o portão para ver se há algum amigo disponível na praça. Nada. Ando pela casa por meia hora. Faço o quê|? Faço o que, pô??? Matar eu mato, pegar o cadáver é outra coisa. Perdi Fringe, parei o trabalho, tudo.

Fervo água, jogo em cima. Tá imóvel. FAÇO O QUE, PELAMORDEDEUS????

Espero o Marco.

***

Fotografei o cadáver e postei, mas resolvi tirar. Too disgusting.

5 comentários:

Sunny disse...

Depois do trauma infantil, qdo uma voadora dessas passeou tranquilamente pelo meu rosto e pescoço, fujo spre q uma delas aparece. Já + velha decidi enfrentar a fera: munida de um spray (qquer um, de cabelo e desodorante são ótimos pq têm uma espécie de cola q paralisa a dita) e de uma boa havaianas imobilizo totalmente a voadora. Dp vem a chinelada final, para esmagar mesmo, até sair aquela gosma branca q não sei o q é. Remover o cadaver fica para a enpregada no dia seguinte.
Por esse trauma é q estou há quase uma semana em um apart na Barra, pois mandei detetizar a casa contra BARATAS, cupim e formigas. É antiecológico, eu sei, mas com trauma infantil a gente não brinca, né Vera?

mari disse...

QUÊ? ANTIECOLÓGICO? Num quero nem saber! Moro num lugar que parece um zoológico, e agora que estou no térreo, com as caixas de gordura na minha área, dedetizo de 4 em 4 meses. Comecei de 8 em 8, baixei pra 6 em 6 e já estou em 4x4.

Mas voadora não tem jeito...

Sunny disse...

Tem um veneno - dp te mando o nome - q o veterinário indicou, ótimo para as caixas de gordura. Mistura na água e joga lá dentro. As monstras que fogem saem totalmente grogues e morrem logo. É + barato q detetização e pode ser usado todo mês se quiser.

mari disse...

Com o veneno do Marquionho, o dedetizador xará do meu filho, elas caem duras no ato. Mas quero saber sim desse veneno, se posso botar todo m~es. E quem manipula essa "coisa"? Aqui não tem Roni...

mari disse...

Ahhhh, mas tem o zelador, outro xará do Marco! Ele usa luvas e tudo pra trabalhar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...